quarta-feira, 17 de novembro de 2010


Uma lágrima se solta ... sem ventos, sem
brisas ... se volatiliza num gemido de violino!
Dormes. Por dentro da luz ténue de silêncios
finos, silenciados na concha tumular que cobre
todas as pedras desalinhadas da calçada.
(Mel de Carvalho - Luso Poemas )

13 comentários:

  1. Belíssimo o seu trabalho, uma honra que as minhas palavras o acompanhem. Grata pela referência, ao seu dispor, sempre.

    Os meus cordiais cumprimentos e as minhas felicitações

    Mel

    ResponderExcluir
  2. thank for your visit on my blog, your photos are all gorgeous, I congratulate you for your excellent work ! I'll will you follow also :))

    Bye Mahon**

    ResponderExcluir
  3. Hola, bella imagen.. y muy agradables letras.. me gusto.. voy a seguir viniendo por aquí para ver este maravilloso espacio :)
    Saludos..

    ResponderExcluir
  4. Muy buena fotografia en todo tu blog, me quedo siguiendote. va un cordial saludo... Rodisi

    ResponderExcluir
  5. Hola!!!...muchas gracias por visitar mi blog, es todo un honor para mi, y por darme así la oportunidad de conocer tu interesante trabajo.

    Un abrazo!!! ;)

    ResponderExcluir
  6. Aqui vejo poesia em duas formas na escrita e na Magistral foto. Abraço

    ResponderExcluir
  7. I love your pictures, they are very kind and warm! bravo!
    Greetings from the other part of the world "
    :)

    ResponderExcluir
  8. Olá, Ji!
    Pra variar, mais uma imagem belíssima casada perfeitamente com o verso. Sensibilidade à flor da pele...Sempre!

    Em tempo, te indiquei para receber o Prêmio Dardos, por isso, vim convidá-la para retirar o selo que está a disposição lá no meu cantinho.

    Beijo grande e abraço na alma.

    Diva L.
    //salto15vermelho.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Ji,
    Gostei muito do seu trabalho, fotografia também é uma das minhas paixões que abandonei logo que formei (vi que não era muito boa nisso, rsrsrsrrs), mas sei reconhecer um belo trabalho.
    Seguindo-te.
    Beijos.

    ResponderExcluir